Internacional

Bélgica impõe medidas mais restritivas para combater aumento de casos diários de covid-19

A partir desta segunda-feira, a população que reside no país enfrenta um período de recolher obrigatório a partir da meia-noite até às cinco da manhã. 

A Bélgica anunciou, esta sexta-feira, que irá aplicar medidas mais restritivas para combater a propagação da covid-19, depois de os números registados nos últimos dias terem sido "alarmantes", segundo o primeiro-ministro belga, Alexander de Croo.

A partir desta segunda-feira, a população que reside no país enfrenta um período de recolher obrigatório a partir da meia-noite até às cinco da manhã. O Governo decidiu ainda encerrar todos os cafés, bares e restaurantes durante um mês. A venda de álcool depois das 20h também passa a ser proibida e o teletrabalho a ser obrigatório. 

"Temos consciência que estas medidas são muito duras e que, para muitas pessoas, são injustas, mas este vírus também é injusto. Ainda que nos atinja a todos, atinge sobretudo as pessoas mais vulneráveis e nós temos de adotar estas medidas para protegermos essas pessoas", sublinhou o primeiro-ministro belga.

Recorde-se que entre os dias 6 e 12 de outubro, a Bélgica registou uma média diária de 5.976 novas infeções de covid-19.