Internacional

Mais de uma dezena de mortos e 100 feridos no Afeganistão

A probabilidade de que o número de mortos aumente é elevada

A explosão de um carro armadilhado na manhã deste domingo, na cidade de Firozkoh, na zona oeste do Afeganistão, deu origem a mais de uma dezena de mortos e uma centena de feridos.

O Ministério do Interior do Afeganistão divulgou um comunicado onde dizia que por volta das 11 horas locais – 7:30 em Lisboa – “os terroristas detonaram um veículo carregado de explosivos perto da entrada do quartel provincial da polícia"

Em declaração à agência de notícias espanhola EFE, o porta-voz do departamento de saúde, Jumagul Yaqoobi, declarou que foram retirados do local 13 cadáveres e que estão no hospital da província de Ghor 95 feridos.

Por outro lado, a agência de notícias Associated Press (AP) relata “mais de cem feridos” e 12 mortos, baseando-se nas declarações do responsável de um hospital em Ghor, Mohammad Omer Lalzad.

De acordo com o responsável, as equipas médicas estão a tratar de dezenas de pessoas com ferimentos graves e ligeiros sendo expectável um aumento do número de mortos.

Até ao momento, a autoria do atentado ainda não foi reclamada, mas sabe-se que os ataques por parte dos Talibãs estão a aumentar. No entanto, na passada sexta-feira este grupo tinha concordado em suspender os ataques no sul do Afeganistão.

As negociações de paz estão têm estado a decorrer, com o objetivo de pôr fim a uma guerra que se arrasta há várias décadas.