Sociedade

Explosão em fábrica de Melgaço causa dois feridos graves

Os dois feridos são uma mulher e um homem, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

Aconteceu, esta segunda-feira, uma explosão numa fábrica de tubos de borracha para a indústria automóvel em Penso, Melgaço, distrito de Viana do Castelo. O incidente provocou dois feridos graves, afirmou fonte da proteção civil, citada pela Agência Lusa.

"Os dois feridos, uma mulher e um homem, ainda estão a ser avaliados no local", disse o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, adiantando ainda que “são ainda desconhecidas as causas da explosão que não originou incêndio”.

Foram mobilizados dez operacionais e cinco carros dos bombeiros locais, a Viatura de Emergência Médica (VMER) do hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo e duas ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), uma estacionada em Melgaço e outra em Valença.

O alerta foi dado por volta das 15h04 e o acidente comunicado à Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) de Viana do Castelo.

O presidente da Câmara de Melgaço, Manoel Batista, disse à Lusa que a Aflex Portugal-Indústria de Borrachas tem cerca de 100 trabalhadores, sendo “a maior produtora de tubos de borracha para indústria automóvel do distrito de Viana do Castelo”.