Vida

Ex-mulher de Phil Collins acabou a relação por mensagem e casou-se um mês depois

Separação foi conhecida em julho e terá apanhado músico de surpresa, uma vez que o casal tinha passado a quarentena na mesma casa.

O fim da relação de Phil Collins e Orianne Cevey continua a dar que falar na imprensa à medida que vão sendo conhecidos os contornos da separação, anunciada em julho passado.

O músico, de 69 anos, e a tradutora suíça casaram-se em 1999 e divorciaram-se em 2008, mas reconciliaram-se em 2015.

Desde então, o casal, com dois filhos em comum, era visto como uma das relações mais sólidas, mas afinal nem tudo era um mar de rosas, a acreditar nos rumores de como tudo se passou.

O jornal britânico The Sun revela que Orianne Cevey acabou o casamento através de uma mensagem de telemóvel, na qual dava conta de que tinha encontrado outra pessoa. "Encontrei outra pessoa e quero ver se consigo ser feliz novamente".

A revelação terá apanhado de surpresa Phil Collins, até porque passaram a quarentena na mesma casa em Miami.

Mas a surpresa do músico não terá ficado pela forma como a mulher terminou a relação, é que um mês depois do envio da mensagem de telemóvel, Orianne Cevey casou em segredo com o guitarrista Thomas Bates, em Las Vegas.

A situação não deixa, no entanto, de ser irónica, pois Phil Collins foi acusado, há 24 anos, de fazer algo semelhante à sua segunda ex-mulher, Jill Tavelman, com quem esteve casado durante 12 anos.

Jill Tavelman terá recebido um fax do cantor, no qual este a informava da separação.