Desporto

Ministro italiano volta a atacar Ronaldo: "Os grandes campeões sentem-se acima de tudo"

Governante insiste que CR7 violou protocolo.

A polémica entre o ministro do Desporto italiano, Vicenzo Spadafora, e Cristiano Ronaldo continua. Desta vez, o governante voltou a criticar o jogador e reiterou que o internacional português quebrou os protocolos sanitários ao abandonar o país para se juntar à seleção nacional, onde acabou por testar positivo para a covid-19.

"Os grandes campeões sentem-se acima de tudo. Quando saiu da Itália para ir a Portugal violou o protocolo e é um facto objetivo. Não é por acaso que foi aberto um processo pelo Ministério Público de Turim, mediante notificação da ASL [autoridade de saúde local]  e que levará, consequentemente, a um inquérito desportivo", disse Vincenzo Spadafora, em declarações ao programa Aria Che Tira, da estação televisiva La 7.

"A mensagem que os campeões devem passar é respeitar as regras. Disse o que pensei do Ronaldo mesmo que ele tenha milhões de seguidores nas redes sociais", acrescentou ainda.

O ministro italiano respondeu também a Andrea Agnelli, presidente da Juventus, que disse que Ronaldo não tinha violado nenhum protocolo.

"O presidente Agnelli também estava chateado? Eu diria aos presidentes para olharem para dentro dos seus clubes para salvaguardar a indústria do futebol", rematou.