Politica

Ventura admite recorrer ao TC

O líder do Chega garantiu que não vai “desistir” de ser deputado na Assembleia da República e candidato nas eleições presidenciais.

André Ventura garantiu que recorrerá ao Tribunal Constitucional se o Parlamento lhe recusar a suspensão do mandato de deputado para poder fazer campanha como candidato presidencial. “Se o Parlamento não der essa suspensão de mandato, vamos ter um conflito que vai acabar no Tribunal Constitucional”, afirmou, em Ponta Delgada, o líder do Chega.

O deputado revelou que se reuniu, há uma semana, com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues. “O que ficou indicado também é que eu, mal seja marcada a eleição presidencial e após o Orçamento do Estado para 2021, pedirei a suspensão do mandato. Foi-me dito que pode não ser concedida, incluindo durante o período formal de campanha para a Presidência da República”, disse o líder do Chega. Ventura espera, porém, que “prevaleça o bom senso”.

O líder do Chega garantiu que não vai “desistir” de ser deputado na Assembleia da República e candidato nas eleições presidenciais. André Ventura considera que está em curso “uma estratégia” para o prender ao Parlamento e “impedir” que seja candidato presidencial.