Politica

PS apelida voto de Rui Rio contra OE como “contraditório”

Secretário-geral adjunto do PS considera que “estar contra o Orçamento é estar contra o reforço de meios humanos e técnicos do SNS”

O secretário-geral adjunto do Partido Socialista (PS), José Luís Carneiro, reagiu esta quarta-feira à decisão de Rui Rio votar contra o Orçamento de Estado para 2021, afirmando que o líder do PSD “deixou cair um valor que sempre afirmou querer defender”.

“Não sendo uma surpresa, não deixa de ser contraditório que o doutor Rui Rio, perante uma das maiores crises que se abateu sobre o mundo, sobre a Europa e sobre o nosso país, tenha, num momento tão crítico da vida nacional, deixado cair um valor que sempre afirmou querer defender: o valor do interesse nacional”, disse num vídeo transmitido em direto pelo partido no Facebook.

Para José Luís Carneiro, "é importante que se sublinhe" que "estar contra o Orçamento, e esta proposta de Orçamento, é estar contra o reforço dos meios humanos e técnicos no SNS, é estar contra o reforço dos meios humanos nas escolas, é estar contra o reforço nos transportes públicos, é estar contra o reforço do investimento nas políticas de habitação e é também estar contra as políticas que visam combater e erradicar a pobreza".