Internacional

Ministra belga internada nos cuidados intensivos devido a covid-19

Bélgica registou novo recorde de infetados diários nas últimas 24 horas.

A atual ministra dos Negócios Estrangeiros e ex-primeira-ministra belga, Sophie Wilmès, foi transferida, na quarta-feira, para os cuidados intensivos, depois de ter sido diagnosticada com covid-19 no sábado passado.

O porta-voz da ministra anunciou que o estado de Sophie Wilmès "está estável, mas precisa de um enquadramento profissional" e que está a ser "cuidada por uma equipa de enfermagem competente e atenciosa".

Alexander de Croo, o atual primeiro-ministro belga, já reagiu à notícia no Twitter, onde deixou desejos de rápidas melhoras à colega de Governo, aproveitando para lembrar que "ninguém está imunizado contra este vírus perigoso".

"Juntos, venceremos a covid-19", afirmou De Croo.

Recorde-se a informação chega no dia em que a Bélgica atingiu um novo máximo de casos de covid-19, tendo registado 13.227 contágios nas últimas 24 horas.