Sociedade

Veículo pesado de mercadorias apreendido no Barreiro por índicios de manipulação de tacógrafo

O condutor do veículo foi acusado do crime de falsificação de notação técnica. O veículo foi apreendido. 

Um veículo pesado de mercadorias, que circulava no Barreiro, foi intercetado pelo Comando Territorial de Setúbal - através do Destacamento de Trânsito dessa mesma unidade - por "indícios de manipulação e viciação do tacógrafo", lê-se numa nota publicada no site oficial da Guarda Nacional Republicana (GNR).

De acordo com a autoridade, a interceção ocorreu na última quarta-feira. Aquando da realização da fiscalização, os militares da GNR "apuraram que o veículo circulava com um dispositivo instalado no aparelho de controlo que permitia desligá-lo, adulterando desta forma os dados de controlo a que se destina a registar, originando desta forma uma notação técnica falsa". Sublinhe-se que o tacógrafo é um aparelho de controlo que deve ser instalado a bordo dos veículos para "indicação, registo e memorização automática ou semiautomática de dados sobre a marcha" dos mesmos, podendo ser analógico ou digital.

A GNR sublinha ainda que "para além da gravidade criminal e contraordenacional destes ilícitos, a manipulação e viciação dos tacógrafos constitui uma prática de risco no ambiente rodoviário, introduzindo um elemento em violação das regras de segurança estabelecidas a nível europeu" naquilo que diz respeito aos limites dos períodos de condução e de repouso estabelecidos assim como naquilo que concerne o cumprimento dos limites de velocidade legislados.

O condutor do veículo foi acusado do crime de falsificação de notação técnica. O veículo foi apreendido.