Desporto

Diretor-geral das modalidades do Sporting suspenso por alegado caso de violência doméstica

O anúncio foi feito em comunicado esta quinta-feira pelo clube de Alvalade.

O diretor-geral das modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, foi suspenso pelo clube esta quinta-feira por estar envolvido num alegado caso de violência doméstica.

“O Sporting Clube de Portugal vem por este meio comunicar que em virtude das notícias hoje vindas a público sobre o diretor geral das modalidades, Miguel Albuquerque, o seu contrato de trabalho encontra-se suspenso com efeitos imediatos”, anunciaram os leões em comunicado e sem avançar mais detalhes acerca da situação.

Recorde-se que Miguel Albuquerque começou a ser julgado por violência doméstica contra a ex-mulher no ano passado, em maio, chegando a ser condenado a dois anos e dois meses de prisão com pena suspensa por violência psicológica e física contra a ex-mulher, Carla Pereira, também funcionária do Sporting, noticiou esta quinta-feira o Correio da Manhã.

Miguel Albuquerque chegou ao clube de Alvalade na época 2000/01 para trabalhar no gabinete técnico de futsal. Só a partir de 2011/12 passou a assumir o cargo de diretor-geral de futsal e, mais tarde, desde setembro de 2018, das modalidades.