Sociedade

Pandemia levou ao aumento dos pedidos de ajuda de famílias junto das instituições

Presidente da República recebeu União das Misericórdias e CNIS

O Presidente da República recebeu, este sábado, em Belém, o presidente da União das Misericórdias Portuguesas (UMP). No final da audiência, Manuel de Lemos revelou que devido à pandemia “têm aumentado” os pedidos de ajuda das famílias – uma preocupação manifestada ao chefe de Estado.

O presidente da UMP disse que há muitos exemplos de pessoas que têm recorrido às instituições e criticou a falta de atenção do Estado. “O estado não apoia o setor social, o setor social é que apoia o Estado”, lamentou, citado pela agência Lusa.

No encontro esteve também o presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), padre Lino Maia, que enalteceu o trabalho desenvolvido pelas instituições que representa durante a pandemia e, tal como Manuel de Lemos, criticou a falta de atenção do Estado do Orçamneto do Estado ao setor social. “O OE2021 passou ao lado deste setor”, considerou.