Internacional

Bebé prematuro dado como morto foi encontrado com vida na morgue seis horas depois

Caso aconteceu no México.

Um bebé prematuro foi encontrado com vida depois de passar seis horas numa câmara frigorífica, na morgue de um hospital em Puebla, no México.

Segundo a imprensa local, tudo aconteceu quando uma equipa de uma agência funerária se dirigiu até ao Hospital La Margarita, do Instituto Mexicano de Segurança Social (IMSS), para levantar o corpo do bebé. Ao perceberem que a criança estava a chorar chamaram imediatamente o pai.

“Quando chegámos, percebemos que ele estava a chorar e a mexer-se. Chamámos o pai, que também viu que a criança estava a chorar. Pedimos ao médico, que tinha assinado a certidão de óbito, que o visse com urgência. O bebé nasceu pouco depois das quatro da manhã e foi encontrado vivo por volta das 10h00, passaram quase seis horas. "Não consigo entender como é que ele não morreu enquanto lá esteve. Nunca tinha visto nada assim", disse Miguel Ángel Flores, dono da funerária contratada pela família.

O bebé foi transferido para uma Unidade de Cuidados Intensivos e o seu prognóstico é bastante reservado devido à sua prematuridade.

De acordo com a informação tornada pública, no passado dia 21 de outubro foi realizado o parto do bebé, às 26 semanas de gestação. O óbito terá sido declarado depois de a criança não apresentar sinais vitais, tendo depois sido transportado para a morgue do hospital, onde viria a ser encontrado com vida.

O IMSS, que pertence ao Governo, já emitiu um comunicado a reagir ao sucedido e anunciou que iria ser aberta uma investigação ao caso.