Sociedade

Santos Silva deixa aviso: "É preciso um esforço grande para salvar o Natal"

Governante foi ouvido na comissão parlamentar de Assuntos Europeus.

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou, esta quarta-feira, que é preciso "um esforço muito grande" no combate à covid-19 "para salvar o Natal" das famílias dos cerca de cinco milhões de portugueses e lusodescendentes no estrangeiro.

"Creio que temos de fazer nestes dias um esforço muito grande para conter o alastramento do vírus exatamente para podermos salvar o Natal", disse Santos Silva na comissão parlamentar de Assuntos Europeus, onde foi ouvido acerca da cimeira de líderes da União Europeia (UE) dedicada à pandemia que se realiza na quinta-feira por videoconferência.

"É muito importante que na Europa consigamos conter o vírus de forma a preservarmos esse bem maior que é a mobilidade intraeuropeia", sublinhou o ministro, acrescentando que, para fora da Europa, se continua "a desaconselhar vivamente viagens não essenciais", designadamente “para países fora da UE e países sem representação diplomática portuguesa".

Questionado sobre eventuais novos fechos de fronteiras na UE, Santos Silva fez questão de frisar que Portugal continua a ser contra esse tipo de medidas. Por outro lado, também disse que todos os países da UE "aprenderam bastante com o resultado que isso teve" e que sempre que houve coordenação foram criadas "melhores condições combater pandemia".