Politica

Ventura admite que Chega viabilize governo do PSD nos Açores mas recusa integrar executivo

"Mantenho em aberto que sim. É possível que isso aconteça", afirmou Ventura sobre um eventual apoio dos dois deputados eleitos pelo Chega ao PSD.

O líder do Chega, André Ventura, admitiu, este sábado, que os deputados eleitos pelo partido para o parlamento dos Açores possam viabilizar um governo de direita, liderado pelo PSD. No entanto, recusa integrar tal executivo.

Em entrevista à TSF e ao Diário de Notícias, Ventura, questionado sobre se os dois deputados eleitos pelo Chega apoiariam um Executivo liderado pelo PSD, respondeu: "Mantenho em aberto que sim. É possível que isso aconteça".

O líder do Chega mostra-se assim disponível para viabilizar um governo social-democrata, mesmo sem uma coligação formal.