Vida

Johnny Depp perde batalha judicial de violência doméstica contra a ex-mulher

Foi provado em tribunal que Johnny Depp, 57 anos, agrediu Amber Heard cerca de 12 vezes.

O ator Johnny Depp perdeu a batalha judicial contra a ex-mulher, Amber Heard, e também contra o jornal The Sun.

Foi provado em tribunal que Johnny Depp, 57 anos, agrediu a mulher cerca de 12 vezes e que o seu vício em álcool, cocaína e a vida leviana que levava afetaram seriamente o casal, avança o Daily Mail.

Assim, o artigo do The Sun que expôs várias agressões de Johnny Depp a Amber Heard também foi considerado “substancialmente verdadeiro”.

Os advogados do ator já reagiram, afirmando em comunicado que foi uma decisão “tão perversa como desconcertante” e que o cliente devia pedir recursos por este ter sido um julgamento repleto de “falhas” em que os juízes "negilgenciaram" várias provas.

Durante as três semanas de julgamento, o antigo casal trocou acusações de violência doméstica, uma vez que, recorde-se, chegou a vir a público, nas redes sociais, fotografias de Amber Heard com marcas de violência no rosto e, por outro lado, gravações de áudio de grandes discussões feitas por Jonnhy Depp, onde a atriz foi apanhada a insultar o ex-marido.

E a guerra continua: o ator vai levar a julgamento a ex noutro processo em que a acusa de difamação, por ter escrito um artigo sobre ser uma sobrevivente de violência doméstica no Washington Post.