Internacional

O que é que já se sabe do atacante morto em Viena? Tinha 20 anos e era seguidor do estado islâmico

O homem tinha antecedentes criminais.

O Governo austríaco já revelou alguns detalhes sobre a identidade de um dos suspeitos dos ataques que ocorreram na capital do país, Viena, esta segunda-feira.

O suspeito que foi morto pela polícia chamava-se Fejzulai Kujtim e tinha 20 anos, adiantou o ministro do Interior da Áustria, Karl Nehammer, à APA, agência de notícias do país.

O jovem, seguidor do Estado Islâmico, já tinha antecedentes criminais: no dia 25 de abril de 2019 foi condenado a prisão por ter tentado viajar para a Síria para se juntar ao grupo extremista. No entanto, em dezembro do mesmo ano, acabou por ficar em liberdade condicional.

O ministro disse ainda à APA que o suspeito publicou uma fotografia no Instagram antes do ataque, onde mostrava duas armas que iria utilizar no tiroteio.

Karl Nehammer adiantou que as autoridades já fizeram 15 buscas domiciliárias e já detiveram várias pessoas, na sequência do ataque de segunda-feira.

Recorde-se que os vários tiroteios que ocorreram, ontem, em Viena causaram cinco mortes e 17 feridos, segundo o balanço mais recente feito pelo governo.