Desporto

Benfica-Rangers. Dar-win: não deu a vitória mas garantiu lugar alto para a águia

Benfica e Rangers com a liderança do grupo partilhada após empate a três bolas na Luz. Avançado uruguaio continua a justificar investimento recorde: Darwin saltou do banco para salvar equipa de Jorge Jesus.

Dois autogolos, uma expulsão, reviravolta e, no final, um empate no marcador (3-3): assim foi a noite de contratempos no Estádio da Luz, com o Benfica a receber o Rangers na terceira jornada da fase de grupos da Liga Europa. Ainda no primeiro minuto de jogo, Connor Goldson adiantou os encarnados no encontro, após colocar a bola na própria baliza. Contudo, o jogo prometia voltar a mudar em apenas um minuto, apesar de a reviravolta ter começado a ficar desenhada ainda antes. Aos 19 minutos, Nicolás Otamendi recebeu ordem de expulsão com vermelho direto após ter derrubado Ryan Jack - o escocês preparava-se para ficar isolado frente à baliza de Vlachodimos. Já reduzida a dez unidades, a equipa de Jorge Jesus viu o líder da liga escocesa dar a volta em apenas um minuto. Aos 24’, Diogo Gonçalves devolveu a igualdade ao marcador, depois de ter tentado cortar um cruzamento de Tavernier. O jogador português fez, assim, o segundo autogolo da noite. Aproveitando a desorganização dos encarnados, apenas um minuto depois (25’), a equipa de Steven Gerrard fez o 2-1, desta vez através de Kamara, que rematou de fora da área.

Darwin entrou para decidir Jesus, que já tinha lançado Jardel para o lugar de Pizzi imediatamente depois da expulsão do defesa argentino, voltou a mexer na equipa ao intervalo: Gilberto e Alex Grimaldo foram lançados em campo para os lugares de Diogo Gonçalves e Nuno Tavares, respetivamente. Apesar da troca de laterais, o Rangers ampliou a vantagem logo no início da segunda metade. Aos 51 minutos, Morelos só teve de encostar a bola para assinar o 3-1. Com vida cada vez mais complicada, Jesus fez entrar Darwin Núñez para render Seferovic numa altura em que ficou cumprida uma hora de jogo. Momentos depois (67’) promoveu a última alteração, com a entrada de Luca Waldschmidt para o lugar de Everton. Foi aos 77 minutos que surgiu o primeiro resultado, com Rafa a reduzir após cruzamento de Darwin. O internacional português já tinha sido o responsável pelo cruzamento que originou o primeiro autogolo da partida. Já em tempo de compensação (91’) foi mesmo o uruguaio quem voltou a brilhar: após ter sido assistido por Waldschmidt, o avançado bateu o guardião McGregor, selando o 3-3 final - e assinando o quarto golo na conta pessoal na segunda prova da UEFA.

Com o empate, Benfica e Rangers continuam a partilhar a liderança do grupo D, agora com 7 pontos. Segue-se o Lech Poznan, que ontem bateu (3-1) o Standard de Liège e conquistou os primeiros três pontos na competição. Os belgas estão no fundo da tabela, com três derrotas no mesmo número de jogos. 

Luz com jogo principal da jornada Depois de ter dado mais um passo importante para o apuramento para os 16-avos--de-final da Liga Europa, o Benfica vai começar a preparar o duelo com o Sp. Braga, que vai fechar a jornada sete da Liga portuguesa este domingo. Os encarnados vão receber os minhotos depois de terem perdido (3-0) pela primeira vez na prova na última ronda, no Bessa, frente a um surpreendente Boavista (que em contrapartida somou a primeira vitória).

Já a equipa de Carlos Carvalhal - que hoje também disputa a liderança do grupo da Liga Europa com o Leicester - fecha o pódio da competição, depois de ter ultrapassado o FC Porto na ronda seis, em que venceu (1-0) o Famalicão. Com 12 pontos, os bracarenses podem igualar os encarnados em caso de vitória no jogo na Luz. Ainda antes será a vez de o Sporting tentar reforçar a liderança. Isolado no topo da tabela com 16 pontos, os leões defrontam este sábado o V. Guimarães. Também no domingo, o dragão recebe o Portimonense. A equipa de Sérgio Conceição soma dez pontos depois de ter sofrido a segunda derrota na i Liga, há uma semana, diante do Paços de Ferreira (antes tinha perdido, igualmente por 3-2, com o Marítimo). Os azuis-e-brancos empataram ainda no clássico com o Sporting, em Alvalade - os únicos pontos que o conjunto de Rúben Amorim perdeu até agora na prova. De relembrar que o campeão nacional jogou durante a semana para a Liga dos Campeões, voltando a vencer (3-0) o novo duelo português, desta vez com o Marselha de Villas-Boas. O FC Porto segue em 2.o lugar do grupo C, atrás do líder Man. City.