Politica

Chega anuncia acordo com PSD no Açores

Partido vai viabilizar governo de direita no arquipélago.

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que "vai viabilizar o governo de direita nos Açores", após ter alcançado um acordo com o PSD em "vários assuntos fundamentais" para a Região Autónoma e para o país, lê-se no comunicado do partido.

"O Chega vai viabilizar o governo de direita nos Açores, após ter chegado, em conjunto com o PSD, a pontos de convergência em vários assuntos fundamentais para a Região Autónoma dos Açores e para o país", anuncia o partido em comunicado.

O futuro Governo regional açoriano "comprometeu-se a alcançar as metas de redução significativa de subsidiodependência na região e de criação de um gabinete regional de luta contra a corrupção", adiantou o Chega.

Terá ficado ainda estabelecido que o futuro executivo iria "desencadear, nos termos das suas competências próprias, um projeto de revisão constitucional regional que inclua, entre outros aspetos, a redução do número de deputados na região autónoma dos Açores".

Sobre a participação a nível nacional dos sociais-democratas no processo de revisão constitucional, o Chega disse ainda ter obtido algumas garantias.

"Sabemos que o PSD nacional irá entregar na Assembleia da República, ainda nesta sessão legislativa, um projeto de revisão constitucional que compreenderá, não só o constante do seu programa eleitoral, como alguns aspetos que são para nós fundamentais, tendo-nos sido dadas garantias de que contemplará, entre outros aspetos, a redução do número de deputados e a vontade de fazer uma profunda reforma no sistema de Justiça", referiu o Chega.

"Neste sentido, o Chega informará hoje o sr. Representante da República na Região Autónoma dos Açores de que se encontra indisponível para viabilizar um governo socialista na Região e, através dos seus deputados eleitos, votará favoravelmente ao governo liderado por José Manuel Bolieiro", lê-se no mesmo documento.

Sublinhe-se que o representante da República para a Região Autónoma dos Açores, Pedro Catarino, começa hoje a ouvir os partidos que elegeram deputados à Assembleia Legislativa açoriana, tendo em vista a indigitação do futuro presidente do Governo Regional.