Vinagrete

IGAI acusa

Ficamos assim a saber, com a protecção das mais altas instâncias do Estado, que achávamos existir para nos proteger (inspectores das Polícias, seguranças do Aeroporto e enfermeiros), podem na realidade ser os principais responsáveis pela morte de um indivíduo

A IGAI, Inspecção Geral da Administração Interna, acusou 12 inspectores do SEF, seguranças e um enfermeiro de responsabilidade na morte do ucraniano Ihor Homenyuk no Aeroporto de Lisboa – segundo li em diversos jornais.

Aqui, a principal novidade não são os factos em si apurados, mas a acusação da IGAI, que não se fica assim pela protecção irresponsável dos acusados, mas prefere apurar as coisas que aconteceram.

Ficamos assim a saber, com a protecção das mais altas instâncias do Estado, que achávamos existir para nos proteger (inspectores das Polícias, seguranças do Aeroporto e enfermeiros), podem na realidade ser os principais responsáveis pela morte de um indivíduo, pois não só não o defendem de atitudes policiais mais irresponsáveis, como não arranjam depois os necessários socorros.