Sociedade

PJ diz que "está tudo em aberto" sobre tiroteio na Avenida da Liberdade em Lisboa

Troca de tiros ocorreu cerca das 23h de segunda-feira e envolveu dois veículos ligeiros.


A Polícia Judiciária (PJ) disse, esta terça-feira, que "está tudo em aberto" sobre o tiroteio na Avenida da Liberdade em Lisboa, que ocorreu pelas 23h de segunda-feira. As autoridades confirmam que o caso está a ser investigado, mas não avançam com mais informações.

"Posso confirmar que a ocorrência nos foi comunicada e, neste momento, estamos a fazer investigação, mas por isso mesmo, não vamos, não podemos, para já, fazer qualquer comentário ou divulgação", disse fonte da PJ, à agência Lusa.

Questionada sobre a hipótese de o tiroteio ter ocorrido na sequencia de um ajuste de contas, a mesma fonte adiantou: "quando se abre uma investigação todas as hipóteses ficam em aberto, portanto pode haver essa questão e outras, está tudo em aberto".

Sublinhe-se que o tiroteio, segundo o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, "envolveu dois veículos ligeiros, fizeram disparos e ficaram invólucros no local". Após a troca de tiros, "os carros puseram-se em fuga", de acordo com as autoridades.

O alerta foi dado por testemunhas no local. "Não há danos, nem materiais nem pessoais, pelo menos, que tenhamos conhecimento, ninguém deu entrada em hospitais, nem ninguém pediu auxílio", adiantou ainda a PSP.