Internacional

Vacina russa tem 92% de eficácia

Este número é avançado depois de terem sido recolhidas amostras de cerca de 16 mil participantes.

Segundo os resultados dos ensaios provisórios, a vacina russa, Sputnik V, é 92% eficaz contra a covid-19.

A notícia foi dada pelo Fundo de Investimento Direto Russo, que tem financiado e comercializado esta vacina.

Este número é avançado depois de terem sido recolhidas amostras de cerca de 16 mil participantes.

O estudo foi realizado após 20 voluntários terem sido diagnosticados com covid-19, tendo sido analisado quantos receberam a vacina ou um placebo.

A terceira fase de testes deste tratamento desenvolvido pelo Instituto Gamaleya ainda está a decorrer em 29 clínicas em Moscovo, num total de 40 mil voluntários.

O anúncio foi feito dois dias após a farmacêutica Pfizer e a sua parceira BioNTech terem informado que a sua vacina tinha apresentado uma eficácia de 90%.

A Rússia foi o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra a covid-19, e esta novidade apenas vem mostrar que o país está a acompanhar as farmacêuticas ocidentais na corrida para a vacina. “Mostramos, com base nos dados, que temos uma vacina muito eficaz”, garantiu Kirill Dmitriev, diretor do Fundo de Investimento Direto Russo.