Sociedade

Medina proíbe abertura de supermercados às 6h30

Autarcas de Lisboa e de Cascais rejeitam abertura antecipada de estabelecimentos comerciais.


O presidente da Câmara Municipal de Lisboa rejeitou, esta quinta-feira, a abertura de superfícies comerciais antes das 8h nos próximos fins de semana. 

“Tendo vindo a público a intenção de algumas grande superfícies comerciais abrirem às 06h30 da manhã nos próximos fins de semana, o presidente da CML emitiu hoje um despacho clarificando que o horário de abertura dos estabelecimentos comerciais nos próximos dois fins de semana será às 08h00 da manhã, não sendo aceite a abertura antecipada antes dessa hora a qualquer estabelecimento comercial ou de venda a retalho", lê-se no comunicado a que a TVI teve acesso. 

Sublinhe-se que a decisão do autarca surge na sequência de a Jerónimo Martins ter anunciado que iria largar o horário de grande parte das lojas Pingo Doce, que assim passariam a abrir às 6h30 e a encerrar às 22h, para fazer face às restrições impostas pelo Governo, no âmbito do Estado de Emergência, decretado em contexto de pandemia.

Também o presidente da Câmara de Cascais tinha anunciado antes uma decisão semelhante.