Sociedade

Covid-19. Primeiras vacinas podem ser administradas no princípio de 2021

Declarações de Rui Ivo durante reunião no Infarmed.

O presidente da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) confessou, esta quinta-feira, que as primeiras vacinações contra a covid-19 possam acontecer já no início do próximo ano.

Durante a reunião entre políticos e especialistas no Infarmed, Rui Ivo referiu que, dependendo das autorizações da agência europeia, que tutela o setor, poderão ser aplicadas as primeiras vacinas contra a covid-19, em tranches, ao longo de 2021. 

O presidente do Infarmed referiu que existem contratos com quatro vacinas, três das quais, da BioNTech/Pfizer, da AstraZeneca/Oxford e J&J/Janssen, respetivamente, que já se encontram em fases avançadas de desenvolvimento. Há ainda um contrato assinado com a vacina da marca Sanofi.

Os números apontam para a entrega de cinco milhões de doses no primeiro trimestre, cerca de oito milhões no segundo e mais dois milhões no último trimestre do ano.