Sociedade

Novo máximo de contágios diários de covid-19. Estão mais 26 infetados em UCI

Norte concentra 4.415 das quase sete mil novas infeções. O número geral de internados baixou, mas há mais 26 doentes em UCI. Foi registada uma vítima mortal na faixa etária dos 30 aos 39 anos, entre os 69 óbitos confirmados nas últimas 24 horas. 

O boletim da DGS, divulgado esta quinta-feira, dá conta de mais 6.994 novos casos de covid-19, um número recorde contabilizado em 24 horas, período no qual foram também registados mais 69 óbitos associados à doença.

Assim, o total de infeções aumentou para 243.009, das quais resultaram na morte de 3.701 pessoas.

Em relação à distribuição geográfica, o Norte continua a ser a região onde são registados mais novos contágios, tendo somado, nas últimas 24 horas, 4.415 infeções, o pior registo desde o início da pandemia. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo que contabilizou 1.542 caos, o Centro com 724, o Alentejo com 145 e o Algarve com 102. Nos Açores foram confirmados mais 40 diagnósticos positivos para covid-19 e na Madeira mais 26.

Dos óbitos registados no novo balanço, 29 ocorreram no Norte, 24 na Grande Lisboa, 12 no Centro, três no Algarve, e um no Alentejo. Como tem sido tendência, maioria, 43, das vítimas mortais tinha 80 ou mais anos, mas na faixa etária dos 30 aos 39 anos morreu também um doente.

Destaque ainda para o número de internados em enfermaria que baixou para os 3.017, menos 34 do que ontem. Por outro lado, a quantidade de doentes em estado mais grave aumentou substancialmente, atualmente encontram-se 458 infetados nos cuidados intensivos, mais 26 do que no balanço anterior.

Do total de casos, há 157.924 pessoas que já recuperaram da doença, 4.222 das quais nas últimas 24 horas.

Atualmente, 81.384 caos ativos da doença e as autoridades de saúde têm 80.097 contactos sobre vigilância.

Consulte o boletim na íntegra.