Internacional

Guarda prisional confessa que tinha relações sexuais com recluso

Quando foi detida, Melissa já estava a ser investigada pelo relacionamento com um outro recluso, que tinha sido libertado recentemente.

Uma guarda prisional está a ser julgada, na Austrália, por ter tido relações sexuais com um recluso e por ser suspeita de contrabando na prisão.

A mulher, de 25 anos, que é também culturista, confessou que teve relações sexuais com Corey London, um recluso, na Cadeia de Silverwater, em Sydney. Além do envolvimento sexual, Melissa Goodwin terá levado tabaco, isqueiros e pastilhas para o presidiário com quem estava envolvida sexualmente.

Depois de confessar que se envolveu com o recluso, a acusação de má conduta num cargo público acabou por ser retirada. Contudo, a sua sentença só será conhecida em 2021.

Segundo a imprensa australiana, Melissa está suspensa da prisão onde trabalhava.

A mulher foi detida em maio depois de o relacionamento ser descoberto, no entanto, a guarda e o recluso estariam envolvidos há já sete meses.

Na altura, Melissa já estava a ser investigada pelo relacionamento com um outro recluso, que tinha sido libertado recentemente.