Sociedade

Homem obrigava a mulher de 26 anos a prostituir-se

 Vítima vivia em comunhão de vida desde 2017 com o suspeito. 

A Polícia Judiciária (PJ), em inquérito titulado pelo DIAP-Penafiel, procedeu à detenção de um homem, de 47 anos, suspeito dos crimes de tráfico de pessoas para exploração sexual, sequestro e violação. Os factos ocorreram no período de 2017 até à atualidade, de forma intermitente.

A autoridade revela, num comunicado emitido esta sexta-feira, que a vítima, uma mulher de 26 anos, vivia em comunhão de vida desde 2017 com o suspeito, que a sujeitava a exploração sexual na via pública, ficando com os proveitos obtidos dessa prática.

“Durante este período, a vítima fugiu algumas vezes da sujeição a que estava submetida, mas era localizada pelo suspeito e obrigada ou convencida a voltar para junto de si, sob promessa de receber produto estupefaciente do qual é dependente, que o arguido lhe cedia”, acrescenta a mesma nota.

A vítima foi agora retirada do domínio do detido e colocada numa instituição de acolhimento a pessoas vítimas deste tipo de crime.

O detido após apresentação a primeiro interrogatório judicial, foi sujeito à medida de coação de prisão preventiva.