Internacional

Pais reencontram filho mais de 50 dias depois de o menino ter sido raptado por pedófilo

“Eu sabia que o íamos encontrar", disse o pai, depois de abraçar o filho de sete anos.

Um menino foi resgatado 52 dias depois de ser raptado por um pedófilo, quando voltava para casa da escola, na Rússia.

O momento em que o menino, de sete anos, voltou a abraçar os pais foi captado e imagem já se está a tornar viral.

O raptor, identificado como Dmitry Kopylov, de 26 anos, terá abusado sexualmente da criança. As autoridades divulgaram o momento em que invadiram a casa do suspeito, depois de a Interpol descobrir uma pista da localização da criança através da dark web.

A criança, que foi procurada durante dias pela polícia, membros do exército e voluntários, está agora a receber ajuda psicológica.

“Eu sabia que o íamos encontrar", disse o pai, depois de abraçar o filho, em declarações à REN TV. "Sempre acreditámos que o iríamos encontrar, ele ficou muito feliz por ver a mãe, abraçou-a e beijou-a. É uma explosão de emoções e alívio", acrescentou.

O pai revelou ainda que a criança não pediu nada, mas não largou a mãe, e que não queria falar com ninguém, a não ser com os pais. O homem contou ainda que o menino não falou e não quer falar sobre o sequestro.

Os relatórios das autoridades revelam que o suspeito também tinha raptado uma menina, mas que foi encontrada antes. O homem negou ainda que tivesse abusado sexualmente do rapaz, alegando que “queria esperar por uma certa idade”.

Veja a fotogaleria.