Economia

Dormidas em alojamentos turísticos na UE caíram 50% até agosto

O Eurostat divulgou esta quarta-feira que contabilizou, neste período, um total de 1,1 mil milhões de dormidas na UE. Queda em abril foi de 95%.

O número de dormidas em estabelecimentos de alojamento turístico na União Europeia (UE) desceu 50% entre janeiro e agosto, em comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.

O gabinete estatístico europeu contabilizou, neste período, um total de 1,1 mil milhões de dormidas. A nível mensal as quedas mais significativas em estabelecimentos de alojamento turístico foram registadas em abril (-95%) e maio (-89%).

No verão – numa fase em que as restrições dos Governos europeus foram menos acentuadas – verificou-se uma recuperação parcial. As quedas foram de 71% em junho, 42% em julho e 32% em agosto. Se olharmos apenas para o período entre julho e agosto, as dormidas em estabelecimentos de alojamento turístico na UE diminuíram 37% face a igual período do ano passado.