Internacional

Homem é declarado morto mas acorda quando está prestes a ser embalsamado

Peter Kigen acordou ao sentir uma dor imensa quando lhe faziam uma incisão na perna direita

DR  


Um homem que tinha sido dado como morto pelos médicos acordou na morgue quando estava a ser embalsamado. O caso aconteceu esta terça-feira no Quénia.

Peter Kigen, 32 anos, sofre de uma doença crónica e, quando desmaiou em casa na terça-feira, foi transportado para o hospital de Kapkatet, no município de Kericho, onde foi dado como morto. Três horas depois, quando os profissionais da morgue se preparavam para o embalsamar, começando por fazer uma incisão na perna direita de Peter, o homem sentiu e acordou a chorar com a dor.

O irmão mais novo do paciente, Kevin Kipkurui, disse ao jornal queniano The Standard que a enfermeira o informou de que Peter tinha morrido antes de chegar ao hospital. Também Denis Langat, tio do homem, disse ao canal de televisão local Citizen TV que a equipa do hospital garantiu ter “verificado casualmente” o estado do sobrinho, antes de declarar a sua morte.

Citado pelo The Standard, Peter disse, diretamente da sua cama de hospital, que estava “feliz por estar vivo” e prometeu “dedicar a sua vida ao evangelismo”.