Internacional

OMS destaca descida de novos casos na Europa mas lembra que "qualquer avanço pode ser rapidamente perdido"

OMS faz ainda algumas recomendações para o Natal.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu, esta segunda-feira, que ocorreu a "primeira descida desde setembro" no número de novos casos de covid-19 na Europa.

Em conferência de imprensa, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, frisou que na semana passada se verificou uma redução em novos casos, sobretudo no continente europeu, "devido à eficácia de medidas difíceis, mas necessárias". No entanto, o responsável pede "extrema cautela" e lembra que "qualquer avanço pode ser rapidamente perdido" no combate à pandemia.

Tedros Ghebreyesus falou ainda sobre a época que se aproxima, comum a "muitas culturas e países”, e disse que "estar com família e amigos não justifica colocar ninguém em risco".

"A pandemia mudará como se celebra, mas não significa que não se possa celebrar", declarou, pedindo que se evitem viagens e que se celebre dentro de cada agregado familiar.