Politica

Vital Moreira diz que antecipar eleições seria "politicamente suicidário"

O ex-eurodeputado socialista desvaloriza “fim do atual ciclo político”, referindo-se à gerigonça.

O blogue “Causa Nossa” é casa de nomes como Ana Gomes, Jorge Wemans, Luís Filipe Borges, Luís Nazaré, Luís Osório, Maria Manuel Leitão Marques e Vital Moreira. O último publicou nesta terça-feira um artigo de opinião a rejeitar a tese de alguns comentadores que veem chegar o fim do atual ciclo político.

“Considero assaz precipitada, para não dizer de todo infundada, a tese veiculada por alguns comentadores políticos sobre os sinais de aproximação do fim do atual ciclo político, por incapacidade do PS para continuar a agregar o necessário apoio parlamentar, especialmente em termos orçamentais”, disse Vital Moreira. Em causa pôs o facto de, segundo uma sondagem publicada no Jornal de Notícias, o PS conseguiria vencer as eleições, com 13 pontos de vantagem perante o PSD, e consegue ser maior do que toda a direita junta, mesmo “em plena pandemia e no meio da crise económica e social a ela associada”.

O jurista acredita que antecipar eleições seria, para os partidos da oposição, “politicamente suicidário”.

Houve ainda espaço para criticar o PSD, dizendo que “não dá mostras de articular uma alternativa de governo credível e que se tem fartado de dar tiros no próprio pé, como a admissão de alianças de governo com o Chega e as irresponsáveis votações no orçamento”, atos que “o PS agradece”.

Vital Moreira olhou também para o futuro, e não colocou entraves à continuidade da popularidade do PS nos próximos tempos, com “a economia a recuperar a ritmo acelerado”, após a comercialização da vacina contra a Covid-19 e o consequente retorno do turismo ao país, bem como “a recuperação da economia e do emprego”. “Se as coisas se passarem assim, então quem estará em maus lençóis não será o PS e António Costa, mas sim o PSD e Rui Rio!”, concluiu o jurista.