Desporto

APAF condena críticas à arbitragem: "Pessoas que gritam quando se sentem prejudicadas e se calam quando são beneficiadas"

"É inaceitável que a honra e o bom-nome de árbitros sejam constantemente postos em causa", defende o organismo.


A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) emitiu um comunicado, esta segunda-feira, em que manifesta repúdio pela "linguagem utilizada" nas críticas aos árbitros.

"É inaceitável que a honra e o bom-nome de árbitros sejam constantemente postos em causa, contribuindo para um clima de descredibilização permanente, que apenas retira valor às competições desportivas e afasta cada vez mais adeptos do futebol, fazendo aumentar a tensão e a violência, quer verbal quer física, por toda a sociedade", refere o organismo.

A APAF lamenta o ambiente vivido no futebol português, um ambiente regido por "total irresponsabilidade e egoísmo, de pessoas que gritam quando se sentem prejudicadas e se calam quando são beneficiadas". Tal leva a crer que "poucos estão realmente preocupados em contribuir para uma melhoria efetiva de toda a indústria".

O organismo revela ainda que "já encaminhou para o Conselho de Disciplina as declarações proferidas após os jogos do fim de semana" e remeteu "queixas para outros órgãos judiciais e associativos no sentido de apurar responsabilidades".

"Apelamos aos órgãos disciplinares uma resposta célere e veemente no sentido de banir, de uma vez por todas, este tipo de discursos no futebol em Portugal, repetidos semana após semana, mudando apenas os protagonistas", remata.