Vida

Victor Espadinha oferece-se para ser o "primeiro cidadão português" a ser vacinado contra a covid-19

"E, para que haja algum humor no meio de toda esta desgraça, ao contrário de Marcelo Rebelo de Sousa, que toma as vacinas nu da cintura para cima, terei todo o prazer em ser injetado em nu integral", escreveu o ator na sua conta oficial de Facebook. 

O ator Victor Espadinha ofereceu-se, esta quarta-feira, para ser o "primeiro cidadão  português a ser vacinado contra a Covid-19", através de uma publicação no Facebook, onde utilizou o humor... e mais nada. 

O artista decidiu posar sem roupa para a publicação dirigada à Direção-Geral da Saúde (DGS). "Faço parte dos principais grupos de risco. Tenho 81 anos de idade! Tive dois cancros que os venci graças à medicina e à ciência! (Nunca autorizei a publicidade à conta das minhas doenças porque, para mim, só conta o meu trabalho no palco, como actor!). Não sou religioso, logo, acredito na ciência! Sou um artista marginal aos poderes pré-estabelecidos, por isso, e também porque a mim ninguém me cala, estou proibido de ser convidado para a ficção da SIC e TVI, há mais de cinco anos", pode ler-se nas redes sociais do ator, que defende ser "o exemplar humano ideal para mostrar ao país que não há que ter medo em tomar a vacina".

"[...] E, para que haja algum humor no meio de toda esta desgraça, ao contrário de Marcelo Rebelo de Sousa, que toma as vacinas nu da cintura para cima, terei todo o prazer em ser injetado em nu integral (como na foto)", escreveu ainda Victor Espadinha, que terminou a publicação a falar sobre a peça de teatro 'KAKÁ e JOJÓ', que está em cena no Teatro Eunice Muñoz, em Oeiras. 

Á DIREÇÃO-GERAL DE SAÚDE Ofereço o meu corpo à DGS para ser o primeiro cidadão português a ser vacinado contra a Covid....

Publicado por Victor Espadinha em Terça-feira, 8 de dezembro de 2020