Internacional

Espanha regista quase 8 mil casos diários por covid-19 e 325 mortes

“A evolução é boa, mas ainda não estamos numa fase que nos tranquilize”, afirmou o epidemiologista chefe do Ministério da Saúde espanhol, Fernando Simon

Espanha registou esta quinta-feira mais 7.995 casos de covid-19 nas últimas 24 horas e 325 mortes provocadas pela doença, informou o Ministério da Saúde espanhol.

Assim, desde o início da pandemia o país soma um total acumulado de 47.344 óbitos e 1.720.056 casos de contágio.

Hoje, o nível de incidência de casos registados foi de 188,7 casos infetados por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, ou seja, os números continuam a apresentar uma tendência de descida. As regiões mais afetadas são o País Basco, com um nível de incidência de 278 casos, Cantábrica, com 257,1, Astúrias, com 250,5, e La Rioja, com 250.

Existem nesta altura 11.965 infetados internados nos hospitais espanhóis, ou seja, menos mil do que no dia anterior, dos quais 2.158 estão em unidades de cuidados intensivos, quase menos 300 do que na quarta-feira.

“A evolução é boa, mas ainda não estamos numa fase que nos tranquilize”, afirmou o epidemiologista chefe do Ministério da Saúde espanhol, Fernando Simon, esta quinta-feira, admitindo que “a boa evolução está a permitir reduzir a sobrecarga” nos hospitais.

Ainda hoje, o Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol informou que, até maio, estima-se que morreram ou suspeita-se de que tenham ocorrido mais de 45 mil óbitos por covid-19 no país. Este número reflete um excedente de 18 mil mortes a mais do que aquilo que foi noticiado pelas autoridades nacionais.

Segundo as estatísticas divulgadas hoje, não foi reportada qualquer morte relacionada com o novo vírus entre janeiro e fevereiro. O mês de abril foi aquele que teve a maior mortalidade devido à covid-19.

Entre janeiro e maio, a covid-19 foi a causa de morte mais frequente dentro do grupo das doenças infecciosas em Espanha – houve 32.652 óbitos em que o vírus foi detetado e outros 13.032 onde existiam suspeitas do vírus.