Vida

Cantora FKA Twigs acusa Shia LaBeouf de abusos físicos e psicológicos

A artista diz que o cantor lhe transmitiu conscientemente uma doença sexualmente transmissível.

A cantora britânica FKA Twigs abriu um processo contra o ator norte-americano Shia LaBeouf e acusa-o de ter cometido abusos físicos e psicológicos e de lhe ter transmitido conscientemente uma doença sexualmente transmissível, numa entrevista ao The New York Times. "Gostava de ser capaz de criar a consciencialização sobre as táticas que os abusadores utilizam para nos controlar”, disse a artista de 32 anos, que teve noiva do ator pouco mais de um ano. 

Questionado sobre as acusações, LaBeouf não confirmou as mesmas mas disse que “não tinha desculpas” para os seus problemas de alcoolismo e agressividade. "Fui abusivo comigo mesmo e com todos os que me rodeiam durante anos. Tenho um historial de fazer mal às pessoas mais próximas de mim. Estou envergonhado de ter esse historial e peço desculpa a todos aqueles que magoei”, disse o ator norte-americano ao The Time.

No processo, FKA Twigs descreve vários comportamentos por parte do ator ao longo do relacionamento dos dois onde o protagonista de Transformers foi agressivo e violento. A cantora diz que chegou a ser enforcada por LaBeouf, que este dirigia de "forma imprudente" e relata um episódio onde sentiu que a sua vida foi posta em risco, no ano de 2019.

"Ele removeu o cinto de segurança e ameaçou bater com o carro caso ela (FKA Twings) não dissesse que o amava", pode ler-se na acusação, citada pelo jornal. Quando a cantora saiu do carro, "LaBeouf seguiu-a, agrediu-a e empurrou-a contra um carro enquanto gritava com ela. Depois, obrigou-a a entrar novamente no automóvel", acrescentam.