Internacional

Escolas e lojas na Alemanha encerradas até 10 de janeiro

Merkel comunica endurecimento das medidas contra a pandemia. Restrições em vigor não foram suficientes para travar aumento de casos e óbitos associados ao coronavírus.

O Governo da Alemanha anunciou, este domingo, medidas mais duras para travar a propagação da covid-19 no país. As escolas e todo o comércio não-essencial vão estar encerrados até 10 de janeiro.

O anúncio foi comunicado pela chanceler, Angela Merkel, após uma reunião com os governadores dos 16 estados federados, na qual ficou acordado o alargamento do confinamento.

"Somos obrigados a agir e vamos agir", afirmou Merkel, acrescentando que as restrições, impostas em novembro e em vigor até agora, não levaram a uma redução significativa do número de novas infeções.

"As muitas mortes" e "o crescimento exponencial das infeções" de covid-19, nas últimas 24 horas foram registados mais de 20 mil novos contágios e 321 óbitos, foram os exemplos apresentados para justificar as novas medidas quem entram em vigor já esta quarta-feira.