Sociedade

Monitor de 18 anos acusado de abusos sexuais a crianças em escolas da Grande Lisboa

Exercia funções de auxiliar de ação educativa e aproveitava-se da proximidade que mantinha com as vítimas, todos rapazes entre os 7 e os 11 anos.

Um jovem de 18 anos foi detido pela Polícia Judiciária, sob suspeita de vários crimes de abusos sexuais cometidos contra crianças em estabelecimentos de ensino, da Grande Lisboa, onde exercia funções de auxiliar de ação educativa.

“A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à identificação e detenção de um homem, de 18 anos, por fortes indícios da prática de inúmeros crimes de abuso sexual de crianças”, lê-se no comunicado daquela força de autoridade.

Segundo a investigação, o jovem monitor terá praticado “atos sexuais de relevo sobre várias crianças do género masculino, com idades compreendidas entre os 07 e os 11 anos, as quais frequentam estabelecimentos de ensino, no período escolar e pós-escolar”. As autoridades alertam ainda para o facto de haver “possibilidade da existência de mais vítimas”.

Além de exercer funções de auxiliar de ação educativa, o suspeito era também técnico de informática e audiovisuais, para além de formador de atividades de enriquecimento curricular naqueles estabelecimentos.

O monitor aproveitava-se da “proximidade e a confiança que mantinha com as crianças para assim consumar os atos ilícitos, os quais decorreram entre os meses de setembro e novembro passados”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.