Sociedade

Dois portugueses acusados de pertencer ao Daesh condenados a 9 e a 8 anos e meio de prisão

Foram condenados por organização terrorista, mas absolvidos do recrutamento de militantes para a causa jihadista.


Rómulo Costa e Cassimo Turé foram condenados, esta terça-feira, a 9 e 8 anos e meio de prisão, pelo Tribunal Criminal de Lisboa, por organização terrorista.

Os dois arguidos foram condenados por apoio, auxílio e colaboração com terrorismo islâmico, "em concurso aparente com o crime de financiamento ao terrorismo".

No entanto, o mesmo tribunal absolveu-os dos crimes de adesão e recrutamento de militantes para organizações terroristas.