Desporto

Barcelona deixa Heurtel na Turquia

A equipa de basquetebol do Barcelona proibiu o jogador Thomas Heurtel de embarcar no avião de volta a Espanha.

Depois do jogo em Istambul contra o Anadolu Efes, o Barcelona decidiu castigar Heurtel e proibiu o jogador de regressar a Espanha com o resto da equipa.

Heurtel não tinha sido convocado para o jogo contra o Anadolu Efes, mas viajou à mesma para a Turquia porque, até onde o Barcelona sabia, estava em conversações com o Fenerbahce. Como noticia o site Eurohoops, na realidade, Heurtel não contactou com a equipa turca, mas sim com o arqui-inimigo Real Madrid.

Como consequência, o Barcelona não permitiu ao jogador embarcar no avião que o traria de volta a Espanha.

As reações ao ‘castigo’ do Barcelona não demoraram a chegar, tendo a Associação de Basquetebolistas Profissionais espanhola já acudido às redes sociais para informar que pretende tomar ação legal contra o Barcelona, bem como a equipa legal do jogador francês.

O Barcelona publicou um comunicado oficial na quarta-feira, esclarecendo que a equipa permitiu, «ainda que o mesmo não tivesse sido convocado para jogar contra o Anadolu Efes, a Heurtel viajar para a Turquia com a equipa para poder tratar do seu futuro profissional, a pedido do jogador e do seu representante». A equipa afirma também que, mesmo tendo «rompido negociações com o representante do jogador», forneceram a Heurtel todas as condições necessárias: «A noite de hotel e um bilhete de avião de volta a Barcelona no dia seguinte». Nas redes sociais, as reações ao castigo do Barcelona não foram poucas. Mike James, do CSKA Moscovo, referiu que esta é «uma mensagem muito má». «Esta notícia não é absolutamente nada amigável para os jogadores».