Politica

Marisa Matias altera campanha presidencial depois de fraturar costelas

A candidata caiu e foi assistida no Hospital de Aveiro. Pré-campanha presidencial será adaptada.

A candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, Marisa Matias, partilhou nas redes sociais que partiu as costelas e, por isso, vai ter de adaptar a sua campanha. “Antes de fechar 2020, uma queda provocou-me uma fractura nas costelas. Agradeço ao SNS e profissionais de saúde que me assistiram na manhã de ontem no Hospital de Aveiro”, declarou Marisa Matias na publicação partilhada no Twitter, no dia seguinte de ter sofrido a fratura.

No mesmo texto, a candidata às Presidenciais garantiu que a sua lesão não a vai impedir de fazer os seus deveres de campanha e que terá de adaptar certos pormenores nos “próximos dias”. “Força não me falta para lutar por este país!”, sublinha a candidata do BE.

Marisa Matias vai gastar 256 mil euros na sua campanha para a presidência da República. Ainda hoje vai entregar no Tribunal Constitucional o seu orçamento. É "um valor significativamente abaixo do que entregou há cinco anos", que foi cerca de 454 mil euros, pode ler-se na nota divulgada da sua candidatura. 

"Adaptando a campanha às exigências da pandemia e salvaguardando a saúde, um terço do orçamento corresponde ao envio do jornal de campanha para o domicílio das pessoas", explica ainda a nota.