Economia

Estacionamento. EMEL que fiscalizar cargas e descargas

De acordo com a empresa, tratam-se de lugares localizados entre a zona da Baixa de Lisboa e o Campo Grande.

 A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) anunciou o lançamento de um concurso público, com 370 mil euros, para encontrar um sistema que monitorize 650 lugares de estacionamento reservados a operações de cargas e descargas.

De acordo com a empresa, tratam-se de lugares localizados entre a zona da Baixa de Lisboa e o Campo Grande.

Ao abrigo do projeto C-ROADS PORTUGAL, que visa o desenvolvimento de Sistemas Inteligentes de Transporte Cooperativos (C-ITS) em Portugal, cofinanciado através do programa europeu Mecanismo Interligar a Europa (MIE)/Connecting Europe Facility (CEF), o concurso público lançado pela EMEL pretende o “fornecimento, instalação e manutenção de uma solução de monitorização de lugares de estacionamento dedicados a operações de cargas e descargas”.

Com um valor total de 370 mil euros, dos quais 50% financiados pelo CEF, o concurso público tem como objetivo “encontrar um sistema que monitorize 650 lugares de estacionamento na via pública, reservados a operações de cargas e descargas”, reforçou a empresa municipal de Lisboa.