Internacional

Mulher recebe multa de estacionamento depois de tentar reanimar homem

Ao demorar mais de 14 minutos a ajudar o desconhecido que perdeu os sentidos perto do seu carro, a mulher excedeu o tempo de estacionamento e recebeu uma multa de 110 euros.

Gemma Hutt, de 38 anos, foi multada por ultrapassar o tempo máximo no parque de estacionamento em Newbury no Reino Unido. A razão por se ter atrasado está no facto de um homem desconhecido ter caído e ter perdido os sentidos junto ao seu carro.

Ao chegar à viatura, a mulher deparou-se com o homem caído no chão e começou a fazer exercícios de reanimação até à chegada da ambulância. Mais tarde, Gemma recebeu uma multa de 110 euros, por estender mais 14 minutos o tempo de estacionamento no parque.

A mulher inglesa ainda tentou recorrer da decisão através de provas, contudo a empresa Euro Car Parks rejeitou o pedido e obrigou-a a pagar a multa ou teiria de enfrentar um processo em tribunal.

“O senhor colapsou perto das suas câmaras [da empresa de estacionamento], portanto eles devem ter visto o incidente. Foi-me transmitido que o senhor acabou por morrer e eu fiquei muito perturbada com isso”, contou Gemma Hutt ao The Sun.

“Nesta altura de Natal”, Gemma explicou que 110 euros é “muito dinheiro” e que foi um “golpe duro”, pois tem “filhos pequenos”. “Como resultado, agora estou a tomar antidepressivos", afirmou a mulher ao jornal.

Agora, a mãe inglesa escreveu para a deputada parlamentar de Newbury, Laura Farris, a pedir ajuda para anular a sua multa. A sua história já chegou às redes sociais e gerou muita contestação por parte dos internautas que se referiam à “falta de empatia” da empresa de estacionamento.