Sociedade

Detido homem português de 39 anos suspeito de perseguir e matar mulher de 26

O crime terá ocorrido na Holanda. 

Um homem português de 39 anos foi detido em Madrid, suspeito de perseguir e matar uma mulher de 26 anos, em Venlo, uma cidade no sul da Holanda. Atualmente está à espera da extraditação. 

O crime teve lugar no passado dia 8 de dezembro. Antes de ter sido morta, a mulher já se tinha queixado às autoridades holandesas de algumas mensagens perturbadores mas a polícia não agiu. No dia antes do homícido, a mulher voltou a queixar-se à polícia e as autoridades marcaram uma reunião com a vítima, mas a mulher acabou por ser esfaqueada antes do encontro, noticia o jornal holandes UN. 

A vítima foi encontrada morta na rua com ferimentos graves provocados por uma arma branca. Apesar de as suspeitas iniciais terem-se concentrado num caso de roubo violento, a polícia acabou por dirigir as suas atenções para o homem português que desapareceu após o crime. A natureza da relação entre os dois está ainda a ser investigada pelas autoridades.

O principal suspeito foi então encontrado e detido em Madrid, dias após o crime. O homem recusa-se a ser extraditado para a Holanda, logo ainda não foi possível interrogá-lo mas as autoridades já concluiram que este já tinha cometido outro esfaqueamento mortal na cidade de Londres, onde utilizava outro nome, no ano de 2005.