Vida

Jorge Mourato diz que é um "racista em desconstrução" após polémica com filme

Jorge Mourato admite que hoje não aceitaria dar voz a protagonista negro da Pixar


No novo programa online de Rui Unas, ‘Na Casa do Unas’, Jorge Mourato, que deu voz a um dos protagonistas negros do filme de animação da Pixar, Soul, o ator admitiu que agora “daria oportunidade” a colegas seus negros.

Instalou-se a polémica nas redes sociais depois de um ator branco, Jorge Mourato, ter dado voz a uma personagem negra no filme Soul. No filme original, o protagonista ganha vida na voz de Jamie Foxx.

Perante várias acusações, o ator chegou a reagir numa publicação, dizendo que não era racista. No entanto, num direto com Rui Unas, depois de perceber os dois lados, mudou de opinião e apelidou-se como um “racista em desconstrução”.

“Sim, errei na resposta que dei e na forma como abordei a coisa”, disse, admitindo que o convidassem agora para o papel, não o aceitaria.

“Depois do que eu sei hoje, provavelmente daria oportunidade a outras pessoas, neste caso a colegas meus negros que o fizessem também”, afirmou, explicando que abriria uma exceção caso não existisse um ator negro que encaixasse no papel.

Jorge Mourato referiu ainda no direto que não sabia a história do filme nem o seu significado histórico para a cultura negra quando aceitou a proposta.