Internacional

Explosões no aeroporto de Aden provocam pelo menos 16 mortos e várias dezenas de feridos

Explosões foram registadas à chegada do novo governo do Iémen.

Pelo menos 16 pessoas morreram e 60 ficaram feridas na sequência de pelo menos duas explosões no aeroporto de Aden, no Iémen, esta quarta-feira. De acordo com a AFP a explosões ocorreram quando um avião que transportava o novo governo chegou à capital e os responsáveis começaram a sair da aeronave.

Fonte da segurança do aeroporto, citada pela AFP, adiantou que havia vários feridos, mas nenhum entre os ministros presentes. Funcionários do aeroporto disseram que viram corpos caídos na pista e por várias zonas do aeroporto.

No Twitter, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Ahmed ben Mubarak, escreveu: “Estamos bem”. Já o ministro da Informação, Muammar al-Iryani, utilizou a mesma rede social para acusar os rebeldes Huthis pelo "ataque terrorista". Uma opinião partilhada pelo primeiro-ministro, Maeen Abdulmalik Saeed, que se referiu ao sucedido como um "ato terrorista cobarde".

De realçar que os Huthis, e os grupos 'jihadistas' Al-Qaeda e Estado Islâmico, já levaram a cabo vários ataques contra o Governo do Iémen e seus apoiantes.

Os ministros estavam de regresso a Aden depois de, na semana passada, terem tomado posse como parte de uma remodelação do governo, que resultou de um acordo com os separatistas rivais do sul.