Opiniao

Polónia e Hungria

Veja-se o que se passou na reunião seguinte à Cimeira do Consenso (?!), ou no Parlamento da Hungria. Mesmo com a indiferença relativamente a estes votos, por já não atingiram os restantes membros da UE. Será que a presidência portuguesa ainda fará alguma coisa com isto, para além da Alemanha de Merkel?

Por Pedro d'Anunciação

 

A solução encontrada por Merkel para os fundos europeus que ajudarão os países da UE a fazerem frente à crise económica da Pandemia(a chamada ‘bazuka’), talvez tenha sido engenhosa, e tenha muito a ver com o feitio bem centrista da Chanceler alemã.

Mas estou convencido de que não estamos perante eleitorados verdadeiramente ocidentais, e que os problemas surgidos com eles (por muito que agora tenham recuado agora, apenas por medo) continuarão a atormentar-nos, enquanto eles quererão permanecer na UE só com o seu espírito chuleco, a ‘sacarem’ o máximo possível do Ocidente. Veja-se o que se passou na reunião seguinte à Cimeira do Consenso (?!), ou no Parlamento da Hungria. Mesmo com a indiferença relativamente a estes votos, por já não atingiram os restantes membros da UE. Será que a presidência portuguesa ainda fará alguma coisa com isto, para além da Alemanha de Merkel?

Claro que isto não me leva a ignorar gente mais próxima do Ocidente e dos seus grandes valores democráticos, como Lech Walesa, e o seu corajoso (tudo o que os outros, que só agora se vêem a armar ao fortalhaço, não parecem ser) Solidariedade. Mas estarão eles em número suficiente nos seus países?