Cultura

Governo decreta dia de luto nacional na segunda-feira pela morte de Carlos do Carmo

“Pelo determinante papel que Carlos do Carmo teve na renovação do fado”.

O Governo decretou um Dia de Luto Nacional, na próxima segunda-feira, dia 4, pela morte do fadista Carlos do Carmo.

"O Governo decidiu propor ao Senhor Presidente da República a atribuição da Ordem da Liberdade, a título póstumo, pelo determinante papel que Carlos do Carmo teve na renovação do fado, atribuição que, de resto, já estava prevista", lê-se num comunicado do Executivo.

O músico morreu esta sexta-feira aos 81 anos, no hospital de Santa Maria, em Lisboa.