Sociedade

Ano começa como acabou o anterior: Quase mais sete mil novos contágios

Número de internados baixou, estão menos 34 doentes com covid-19 nos hospitais.

O balanço da covid-19 em Portugal, divulgado no primeiro dia do ano, dá conta de mais 6.951 casos de contágio, depois de na quinta-feira se ter registado o recorde diário de 7.627 infeções. O total de diagnósticos confirmados sobe assim para 420.629.

Nas últimas 24 horas, ocorreram mais 66 óbitos associados à doença, o que eleva o número de mortes registado desde o início da epidemia no país para 6.972.

Em relação à distribuição geográfica dos contágios, o Norte continua a ser a região que contabiliza maior número de novos casos com mais 2.745 infetados. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 2.131 novos contágios, na região Centro há mais 1474 casos, no Alentejo mais 308 e no Algarve mais 199. O arquipélago dos Açores regista 53 novos casos e o da Madeira mais 41.

Dos 66 óbitos, 28 ocorreram no Norte, 23 em Lisboa e Vale do Tejo, dez no Centro, três no Alentejo, um no Algarve e um na Madeira. A grande maioria das vítimas tinha mais de 80 anos.

Atualmente estão internadas 2.806 pessoas, menos 34 do que ontem. Nos cuidados intensivos encontram-se 483 doentes, menos um do que no balanço anterior.

Nas últimas 24 horas, mais 4.392 pessoas recuperaram da covid-19, aumentando o total de doentes que já não têm a doença ativa para 338.668.

Neste momento existem 74.989 caos ativos e as autoridades de saúde têm 91.527 contactos sob vigilância.

Consulte o boletim na íntegra.