Economia

EDP Renováveis entre as empresas do mundo que mais valorizaram em 2020

Ranking do Financial Times sobre as empresas com maior valorização bolsista do mundo, coloca EDP Renováveis em 44º lugar numa lista liderada pela Tesla.

A pandemia trouxe consigo uma fatura demasiado alta para várias empresas pagarem mas, por outro lado, houve quem conseguisse crescer por ter beneficiado da aposta dos consumidores e, consequentemente, dos investidores. A comprová-lo está o mais recente ranking do Financial Times sobre as 100 empresas que mais valorizaram no mercado bolsista em 2020. Entre essas empresas está a EDP Renováveis que aparece em 44º lugar, com uma valorização de 138%. A empresa fechou o ano a valer mais de 24 mil milhões de dólares, cerca de 19,8 mil milhões de euros.

Segundo a publicação britânica, a empresa, detida em mais de 80% pela EDP, beneficiou de dois fatores: o plano climático de Joe Biden no valor de dois biliões de euros e ainda a execução do Plano Ecológico Europeu.

“A EDPR destaca-se como um grupo de energias renováveis pure play com 11,5 gigawatts de capacidade eólica e solar instalada nos EUA, Europa e Brasil”, avança o jornal britânico, destacando ainda que o grupo já investiu mais de 20 mil milhões de euros desde 2006 em energias renováveis e planeia aumentar a geração de energia verde de menos de 70% da sua capacidade total para 90% até 2030.

A lista é liderada pela Tesla que contou com uma valorização de 787%. Esta valorização levou a empresa de Elon Musk a um valor de 669 mil milhões de dólares, cerca de 551 mil milhões de euros.

O segundo lugar da lista pertence ao Sea Group, empresa que atua nas áreas do home entertainment e do gaming e que valorizou 446%, tendo chegado a um valor superior a 102 mil milhões de dólares (84 mil milhões de euros). O pódio é fechado pela Zoom Video – muito usada nestes tempos de pandemia para reuniões virtuais – que valorizou 413% para os 96 mil milhões de dólares – aproximadamente 79 mil milhões de euros.

Em último lugar nesta lista aparece a Amazon. A empresa de Jeff Bezos contou em 2020 com uma valorização de 79%, elevando o valor da empresa para 1,6 triliões de dólares, cerca de 1,2 biliões de euros.