Internacional

Tribunal inglês recusa a extradição de Julian Assange para os EUA

Estados Unidos acusam fundador da Wikileaks de ter colocado em perigo fontes dos serviços norte-americanos. Assange arrisca condenação de até 175 anos pela justiça dos EUA.

A justiça britânica anunciou, esta segunda-feira, que recusou o pedido de extradição do fundador da Wikileaks, Julian Assange, para os Estados Unidos.

O pedido tinha sido feito pelos EUA, que acusa Assange de espionagem e onde este arrisca ser condenado a 175 anos de prisão por ter divulgado centenas de milhares de documentos confidenciais, desde 2010, sobre atividades militares e diplomáticas norte-americanas, principalmente no Iraque e no Afeganistão.

Os Estados Unidos acusam o fundador do WikiLeaks de ter colocado em perigo fontes dos serviços norte-americanos, alegação que Assange contesta.